O que é Scrapbooking?

O que é Scrapbooking?
Nos dias de hoje podemos definir o Scrapbooking como a arte de preencher livros em branco com fotos, memorias, registos “journaling” e enfeites. O objectivo principal do Scrapbooking é preservar memórias para futuras gerações e tem também como objectivo secundário exercitar a criatividade enquanto dispõe essas memórias num Scrapbook (livro de memórias).
Contudo quando falamos em preencher “livros em branco”, o Scrapbooking não fica limitado aos tradicionais livros chamados “Diários”. Esses livros podem ser álbuns, quadros, molduras, etc. Desde que representem um registo de uma memória, que inclua uma foto ou uma história é Scrapbooking

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Clever Cat Tin

Boas,

A Ana Santos criou um desafio super interessante no Paper Scrappers.
Neste desafio, tínhamos que arranjar um lata pequena e decorarmos a gosto.

Eu tinha uma lata muito pequena que a Fernanda Quaresma tinha oferecido.

A lata tinha 4,5cm de diâmetro e 1,5cm de altura. Trazias um deliciosos rebuçados.


E o que fiz com a lata?

Bom, primeiro pintei-a com tinta acrílica preta. Depois passei patine de cor cobre. E decorei com restinho de papel que tinha do Raining Cats and Dogs, usando Distress Collage Medium Vintage como cola e também para passar por cima do embelezamentos. Usei também uma flor da IamRoses.

Espero que gostem e vós inspirem.





segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Cityscapes Album Smash

Boas,

Hoje partilho com vocês um álbum que fiz no estilo Smash.
O objectivo deste álbum era ser simples, sem interactividades, para que a pessoa que o ia receber, não tivesse que adivinha como funciona. E um outro objectivo era contar as histórias de 2 passeios.

Usei o papel Citysccapes da Graphic 45 e liguei as páginas com a minha cinch

Deixo aqui o vídeo para verem.

Espero que gostem e que vos inspire.


sábado, 7 de outubro de 2017

Junk Journal Twist Parte 2

Boas,

Hoje partilho com vocês o meu Junk Journal.

Comecei pela 1ª página, achei que esta devia ter uma pequena introdução, do livro, bem como da troca.


Comecei por usar as Distress Oxide Ink a cor vintage e um tom de azul para pintar a minha página. Acrescentei um cartão para escrever a história. Apliquei uma foto minha e o meu selo das artes. Por fim coloquei um selo dos CTT e uma frase que achei gira. Para terminar passei com o Soft Medium da Prima.


Estas páginas são dedicadas as parceiras que irão participar na construção deste Junk Journal. Aqui elas deixam um registo, tal como, o nome, data, local e página que fizeram.
Coloquei apenas um título e distressei com o vintage oxide.



E estas páginas são o inicio do Junk Journal - páginas 1 e 2. A proprietária do Junk Journal antes de enviar para uma parceira, "decora" 2 páginas. 
A primeira página resolvi aproveitar borboletas que tinha de sobra e apliquei, sobre a página que estava previamente pintada com 2 cores de distress oxide. Achei que ficava gira uma foto do local onde vivo e por isso acrescentei 2. Tinha 2 selos e um autocolante, na gaveta do lixo, que aproveitei.
Por fim, para dar um ar mais antigo, passei, o Medium Vintage da Ranger.



A página 2 foi para aproveitar restos de papeis que tinha do Cityscapes. Colei primeiro os maiores e depois apliquei os retalhos que tinha, para preencher. Dei destaque a uma tag, que tem uma frase que gosto. E acrescentei uma outra tag com washi tape. Para esbater as cores passei com gesso líquido.

Se quiserem, podem ver o vídeo, que aqui deixo.







sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Junk Journal with twist Swap

Bom Dia a todos,

Hoje venho partilhar uma troca que estou a organizar no Paper Scrapper.

Inspirada no Smash Book, mas indo um pouco mais além e adicionando também a ideia do Junk Journal, vamos criar um Junk Journal with twist.

Twist por 2 razões: “Twist” por 2 razões: a primeira por vai ser feito por várias pessoas; e a segunda porque irá misturar o conceito de Junk Journal com um Smash. Vai ser um diário que tanto poderá levar coisas “velhas”, “lixos” das gavetas, como poderá levar memórias do autor da página. Tudo irá depender da pessoa que está a fazer a página, que poderá tender mais para uma coisas como para outra, ou para uma mistura. E daí a ideia with "Twist".

Fiz um vídeo para explicar melhor a ideia.


Passem no Paper Scrappers, e inscrevam-se até o dia 15 de Outubro.



terça-feira, 26 de setembro de 2017

Smash Book

Boas,

Já há algum tempo que andava para fazer um smash, mas faltava a motivação.

Mas foi com inspiração de o desafio "Junk Journal" orientado pela Isabel Marques no Paper Scrappers, que pensei com os meus botões, é desta!

O Junk Journal e o Smash Book tem algumas similaridades, que foi o que impulsionou para que desta vez inicia-se o meu Smash.

Se quiserem saber qual a diferença entre um Junk Journal e o Smash Book, passem no Paper e consultem as definições e ver alguns tutoriais.

Ao tentar idealizar por onde começar, pensei logo, "tenho que ter um livro".
E coloquei a questão de fazer o meu Smash de raiz. Mas depois pensei nos custo que ia ter com a construção de um Smash de qualidade. E foi ver preços. Então por 15€ comprei um já feito!

Existe no mercado uma empresa que faz Smash, prontinhos a usar e até trás uma caneta que por um lado escreve e por outra trás cola.

E esta foi a minha compra


Fiquei tão entusiasmada que até fiz um vídeo para vós explicar melhor este conceito e mostrar o interior deste livro.



Espero que gostem e vós inspire!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...